O poder dos "5 por quês" na resolução de problemas



QUANDO NOS DEPARAMOS COM UM PROBLEMA A PRIMEIRA PERGUNTA QUE NOS VEM É “POR QUE ACONTECEU?”


O impulso de partir para ação e resolver o problema, sem investir na análise das causas e na definição a ação que irá eliminá-lo, faz com que o problema volte a persistir. Isso é mais comum do que se pode parecer.


A análise dos “cinco por quês” é uma ferramenta simples e complexa ao mesmo tempo. Foi desenvolvida como ferramenta de solução de problemas por Taiichi Ohno, pai do Sistema de Produção Toyota.


É simples porque para analisar e identificar a causa de um problema basta perguntar repetitivamente o “por quê” até chegar à causa raiz.


É complexa porque é preciso um entendimento correto sobre a situação atual e do processo, para não ser guiado a outra conclusão completamente diferente induzida por nossas limitações e preconceitos sobre o problema.


Como qualquer ferramenta Lean, a análise dos “cinco por quês” é melhorada com a prática e não pode ser ensinada de outra forma a não ser praticando repetidamente.


Na imagem abaixo um exemplo lúdico do uso dos "5 por quês":



Vocês conseguiram enxergar na estória a análise dos “por quês”?

5 visualizações
logo WhatsApp
Pernanbuco | Brasil